Agendamento online fisioterapia

Você tem medo da Dor?

A dor é algo que todos nós um dia sentiremos. E com toda sinceridade, já estamos vendo frequentemente inúmeras crianças em nossas clínicas relatando dor. 

 

Dependendo da intensidade da dor, independente da época que ela aconteceu, podemos nos lembrar de pequenos detalhes do dia e momento do machucado.

 

Nosso corpo é preparado para isso. Essa memória deve ficar em algum lugar da mente chamada "sou difícil de esquecer”. Essas memórias são poderosas e muitas vezes levam a fortes comportamentos de medo e evitação de certas atividades. Não me diga que, hoje, mesmo quando você se machucou na hora de limpar um liquidificador, você limpa o liquidificador sem medo de se cortar; ou quando foi a um salão, depois da manicure ter te machucado, você retorna a mesma manicure? Isso, na fisioterapia chamamos de

 

cinesiofobia. Ou seja, medo de movimentar. 

 

Agora, para explicar melhor, imagine que você machucou a coluna pegando uma fruta na sua geladeira. Haa meu amigo, para baixar e pegar outra fruta novamente será um trabalho mais mental que corporal. Entendeu?  Quando você está machucado, tudo bem, mas depois que o período inflatório passou, você continuar evitando a atividade que te fez machucar pode gerar ciclos de dor que só aumentam ao longo da vida.

 

 

O medo da dor é uma resposta humana normal com poderosos benefícios evolutivos.


Somos projetados para a autopreservação, portanto, tornar a dor "difícil de esquecer" faz todo o sentido, pois nos ajudou a evitar ameaças potencialmente perigosas e prejudiciais. Mas nos tempos modernos, temer a dor também se tornou uma norma cultural em nossa sociedade, já que consideramos a dor como algo ruim ou algo terrivelmente errado com nossos corpos. Com certeza, às vezes a dor pode indicar um problema físico que precisa de atenção, mas com muita frequência as pessoas chegam reflexivamente a todos os tipos de analgésicos e tratamentos invasivos, supondo que o que quer que tire a dor seja a coisa certa a fazer. Na sociedade de hoje, ao invés de um fenômeno natural, a dor é muitas vezes vista como o nosso maior inimigo e isso pode ter consequências sobre nós.

 

Quando reagimos à dor com medo desproporcional e a interpretamos como "errada ou perigosa", desencadeia-se uma reação em cadeia emocional que às vezes pode provocar uma bola de neve.


O medo em si é feito de sensações desagradáveis ​​e pode atuar para aumentar ainda mais a dor. Rapidamente, podemos nos encontrar não apenas nos focando em sair da dor que inicialmente desencadeou a avalanche, mas também em uma dor adicional - isto é, o medo. Acontece que o medo da dor pode freqüentemente se tornar a parte mais desagradável de uma experiência dolorosa.

 

Quando avaliamos uma sensação física como apenas isso, nada mais é do que a dor e mais frequentemente do que não pode ser tolerada. No entanto, quando trazemos o elemento do medo para a mistura, torna-se algo muito mais ameaçador na parte primordial da nossa mente, algo que é um perigo para a nossa existência.

 

O alarme do cérebro dispara: "Ei, precisamos sair daqui agora!"

 

Esse mecanismo de defesa pode estar "desregulado" as vezes devido a experiências vividas, medo de ficar incapaz, dependente, histórias com outras pessoas do seu ciclo de convivência... Mas, como vários já descreveram: "A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional".

 

Descrevo abaixo algumas técnicas para reduzir o medo da dor

1- Entenda e estudo esse fenômeno. Isso ajudará você a compreender como a sua mente influencia na dor. 

2- Enfrente ao poucos. Entenda que o medo só vai embora se você movimentar a região e retornar as atividades aos poucos.

3- Realize atividades em grupo de movimento para você literalmente ver outras pessoas realizando o movimento que você está com receio de realizar. 

4- Acredite que movimentar o seu corpo será o melhor que você pode fazer para ficar bom. Volte a fazer as atividades físicas que você mais gosta com as pessoas próximas a você.

5- Encontre um serviço que entenda o que você está sentindo para te ajudar nesse percurso. :)


Estamos aqui para ajudar, agende um atendimento com um de nossos fisioterapeutas!

 

Obrigado pela leitura.

Please reload

Veja Também

DICAS PARA EVITAR DORES NAS COSTAS

1/10
Please reload

Acesso direto à Fisioterapia

Você pode ser avaliado e tratado por um fisioterapeuta registrado sem uma referência / prescrição de seu médico.

O que esperar do primeiro atendimento de Fisioterapia na Clínica Fisio?

Em primeiro lugar, identificaremos a fonte de 

limitação ou dor, realizamos...

Envie sua ressonância para Análise

Nossa equipe de fisioterapeutas irá revisar seu exame de ressonância, sem nenhum custo, para determinar...

Conheça a Clínica Fisio

Fundada a mais de 10 anos pelo fisioterapeuta especialista em R.P.G. Dr. José Milton Bezerra Lima a Clínica Fisio vem se tornando cada vez mais ...

ENDEREÇOS

Unidade 1 - Joaquim Távora

Avenida Antônio Sales, 681

Fortaleza - Ceará

Unidade 2 - Cidade dos Funcionários

Avenida Oliveira Paiva, 1216

Fortaleza - Ceará

Unidade 3 - Parquelândia

Avenida Jovita Feitosa, 2334

Fortaleza - Ceará

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda à Sexta      07:00 - 21:00

Sábado                      08:00 - 12:00

PROMOÇÕES

Sem promoções disponíveis

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W