seg., 20 de abr. | Clinica Fisio - Antonio Sales

Mioterapia® no tratamento de dores cervicais

A mioterapia é uma forma de fisioterapia que se concentra na avaliação, tratamento e reabilitação da dor musculoesquelética e patologias associadas. O professor Ulisses é o presidente da associação Mioterapia Brasil.
A inscrição está fechada
Mioterapia® no tratamento de dores cervicais

Horário e local

20 de abr. de 2020 19:00 – 23:00
Clinica Fisio - Antonio Sales, Av. Antônio Sales, 681 - Joaquim Távora (Fortaleza), Fortaleza - CE, 60135-100, Brasil

Sobre o evento

 Veja uma introdução ao Curso em (https://www.youtube.com/user/Mioterapia/videos)

 A Mioterapia®  é um método especial de terapia manual que tem como principal objetivo a  diminuição da tensão e dor muscular, auxiliando na correção da postura,  conforto corporal, diminuição do estresse e na otimização da  performance atlética. Sua aplicação é executada em macas, sempre de  maneira confortável e relaxante, não havendo necessidade do cliente se  despir. É recomendado o uso de roupas confortáveis. Tem resultados diferenciados das técnicas similares, porque trata de  maneira eficaz e duradoura os Trigger Points (Pontos-Gatilho) e os  Tender Points (Pontos-Sensíveis), responsáveis pela chamada Síndrome  Dolorosa Miofascial, muitas vezes confundida com a Síndrome da  Fibromialgia, por possuírem alguns sinais e sintomas parecidos. O método da Mioterapia®  foi sintetizado e sistematizado a partir da experiência clínica de  Ulisses Gama Cubas da Silva, Quiropraxista e Fisioterapeuta, que atua há  mais de 17 anos na área de Ortopedia, Reumatologia e problemas  relacionados à coluna vertebral.                                  

PONTO-GATILHO (Trigger Point) 

   

  • São extremamente comuns 
  • Podem provocar dor local ou referida 
  • Estando presentes, causam a diminuição da ADM, mesmo não provocando dor 
  • Contribuem para alterações posturais 
  • Muito conhecido pelos profissionais  da área da saúde 
  • Poucos são os profissionais da saúde que sabem lidar com os mesmos 
  • Podem ser miofasciais ou não-miofasciais 
  • Os miofasciais são os mais comuns 
  • O músculo esquelético é responsável por quase 50% do peso corporal 
  • São  num total aproximado de 200 pares, ou seja, 400 músculos que podem  apresentar os Pontos-gatilho causando dor e disfunção motora 

                              

HISTÓRIA 

   

  • Adler (1900) – Reumatismo muscular 
  • Gowers (1904) – Fibrosite 
  • Schade (1919) – Miogelose 
  • Travell (1952) – Ponto-gatilho Miofascial, dor referida de 32 padrões 
  • Travell e Simons (1983) – Vol. 1 Manual dos Pontos-gatilho 
  • Travell e Simons (1992) – Vol. 2 Manual dos Pontos-gatilho 

Michael Gutstein (Good) – Polônia  

  • 12 artigos entre 1938 e 1957 
  • Pontos miálgicos  
  • Constrição vascular local pela superatividade das fibras simpáticas dos mesmos 

Michael Kelly – Austrália

  • 12 artigos entre 1941 e 1963 
  • Fibrosite 
  • Distúrbio funcional neurológico de origem miálgica, causador de dor referida 

Janet Travell (1901-1997) – EUA  

  • 40 artigos entre 1942 e 1990 
  • Ponto-gatilho miofascial 
  • Mecanismo de retroalimentação  entre os Pontos-gatilho e o SNC 
  • 1952 definiu padrão de dor para 32 músculos, o que foi considerado “a gênese miofascial da dor” 
  • 1983 – Vol. 1 do Manual dos Pontos-gatilho 
  • 1992 – Vol. 2 do Manual dos Pontos-gatilho 

JANET TRAVELL (1901-1997)                                    

DEFINIÇÃO 

   “Ponto hiper-irritável palpável na musculatura esquelética associado a  um nódulo palpável hipersensível em uma banda tensa. O ponto é doloroso  na compressão e pode originar as características de dor referida,  sensibilidade referida, disfunção motora e fenômenos autonômicos”. 

Ingressos
Preço
Qtd
Total
  • Pré Inscrição - (R$ 500,00)
    R$0
    R$0
    0
    R$0
TotalR$0

Compartilhe esse evento