Quebrei o meu braço e agora o que eu faço?

Uma fratura do úmero é uma fratura óssea do osso do braço que é chamado de úmero. As fraturas do úmero são classificadas pela sua localização da fratura e divididas em fraturas da região proximal, que está perto do ombro, a região do meio, que é o eixo do úmero, e a região distal, que está perto do cotovelo.

Causas mais comuns da fratura geralmente ocorrem após uma queda ou por condições patológicas. Ocorrem com mais frequência em pacientes idosos com osteoporose que caem sobre um braço estendido.

O diagnóstico é através da Radiografia simples do braço é o suficiente para o diagnóstico das fraturas.

Alguns sinais clínicos que podemos observar: edema, equimose, deformidade no braço, incapacidade de o paciente realizar movimentos com o cotovelo e punho.

Neste período, o paciente é orientado a utilizar o cotovelo e o punho.

Em muitos casos, o tratamento se resume à imobilização do braço na posição correta e em seguida começar a fisioterapia que tem como objetivo reduzir o edema, devolver mobilidade, visando menores complicações como a contratura articular e rigidez e ganho de amplitude de movimentos e força.

Escrito por Gabriella Garcia